50 rastreios do cancro da mama oferecidos pelo “SOU DESSAS que se cuida”

kalola Store

A estilista angolana Rose Palhares acaba de lançar a primeira acção do Movimento de responsabilidade social SOU DESSAS, desta vez com o objectivo de sensibilizar as mulheres angolanas para a importância do diagnóstico precoce na prevenção do cancro da mama.

“SOU DESSAS que se cuida” é uma campanha desenvolvida em parceria com o Banco BNI e a Clínica Isabel Fançony, para proporcionar 50 rastreios ao cancro da mama, a mulheres de grupos de risco, e que, de outro modo, não teriam meios para recorrer a uma avaliação especializada.

“Queremos que estas mulheres se protejam e sejam embaixadoras da prevenção do cancro da mama junto das suas famílias, dos seus amigos e nas suas comunidades” esclarece Rose Palhares, sublinhando que “sem o Banco BNI e a Clínica Isabel Fançony, a quem estamos muito agradecidos, não teria sido possível concretizar esta acção”.

No fim de 2019, o Instituto Angolano de Controlo de Cancro informou que em Angola são anualmente diagnosticados cerca de 300 novos casos de cancro de mama.

Por falta de informação, muitas mulheres chegam aos hospitais demasiado tarde e a maioria das pacientes, em idade fértil, acaba por morrer com a doença, deixando as famílias desamparadas. O foco do movimento SOU DESSAS que se cuida é a necessidade de informar o que é o cancro da mama e explicar como é simples preveni-lo.

“Outubro é um mês muito especial, porque está mundialmente dedicado à prevenção e ao combate ao cancro da mama, uma doença de que nos podemos defender e combater precocemente, de forma muito simples, e que, se não for identificada cedo, mata cerca de 2 milhões de mulheres em todo o mundo (…). Quisemos fazer um conjunto de acções que chegassem às mulheres. Algo que estivesse para lá de uma simples chamada de atenção em loja, ou mesmo online, canais para os quais criámos uma T-shirt e uma máscara, alusivas ao Outubro Rosa, ambas na cor rosa, com a marca do movimento SOU DESSAS, cujo objectivo é sensibilizar as nossas clientes para este drama, e para a necessidade de nos unirmos em torno da prevenção e combate do cancro da mama” acrescentou Rose Palhares.

Se mudança de comportamentos no que diz respeito à detecção precoce do cancro da mama, a Organização Mundial de Saúde prevê que nos próximos 20 anos se chegue a quase 3 milhões de mortes em todo o mundo. 

“Temos de baixar este número e isso só é possível se nos comprometermos com a prevenção da doença. É necessário que se perceba que a nossa saúde depende sempre da adopção de um estilo de vida saudável, com alimentação equilibrada e exercício físico. A obesidade e o consumo de álcool e de tabaco são, também, factores de risco acrescido. Devemos apreender a fazer o auto-exame por palpação, que nos permite identificar alterações na mama, e estar atentas à existência de casos desta patologia na família. Estes são os principais cuidados que devemos ter”, conclui a criadora do movimento SOU DESSAS, Rose Palhares.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.