Passageiro condenado por danificar monitor de avião da TAAG

Um angolano de 39 anos está detido desde 04 de abril, em Luanda, por ter arrancado o controlo do monitor de um avião da transportadora aérea TAAG, tendo hoje sido condenado a quatro meses de prisão correcional.

O caso deu-se em pleno voo, na ligação entre São Paulo, Brasil, e a capital angolana, quando o acusado se envolveu numa altercação com o pessoal de bordo, tendo arrancado o controlo do monitor, do respetivo lugar, no avião.

publicidade

Faça já a sua assinatura: formulário de assinatura
Contactos editoriais: jornalkandandu@gmail.com

Publicidade: vivenviaspress@gmail.com

Chegou hoje a tribunal, em Luanda, acusado do crime de danos materiais, o qual foi dado como provado em julgamento sumário, tendo o juiz aplicado uma pena de quatro meses de prisão correcional, que poderá ser convertida em multa, à taxa diária de 100 kwanzas (0,37 euros).

Além disso, terá de pagar 884.600 kwanzas (3.300 euros) de indemnização à transportadora aérea angolana, detida pelo Estado.

O cidadão angolano permanece detido, tendo a defesa anunciado a interposição de um recurso da condenação, o que levou o tribunal a fixar o pagamento de uma caução de 400.000 kwanzas (1.500 euros), para poder aguardar a decisão em liberdade.

A TAAG alegou, além da destruição do controlo do monitor, que a atitude do passageiro colocou em causa a segurança das pessoas que seguiam a bordo, por envolver um equipamento eletrónico da aeronave.

Deixe o seu comentário