A Rainha Africana

Ouvir os sussurros do mar, contemplar a luz do sol enquanto a sua fogueira se desvanece, olhar as pegadas deixadas na areia molhada.
Tudo isto envolta nos teus braços…e deixar que o sonho alcance tudo o que quisermos, mesmo que seja apenas uma promessa de vida…
A mente, aquieta o coraçāo e acende – me um sorriso permanente.
Há em mim uma sensaçāo de encanto, como se tivesse feito uma boa viagem, daquelas que se cravam na pele…que nem o mar, nem o vento poderāo apagar, nem mesmo o tempo.

Lembro de um sorriso teu, iluminado, inquiridor, com um certo deslumbre até…e dizes-me, és tāo bonita!

Gosto de cada traço do teu rosto, gosto dos contornos do teu corpo, gosto de cada ruga que nasce. 
Gosto de te ver envelhecer, ficas cada dia mais bonita, diz-me como consegues fazer isso?
Sei que alguem te ensinou a sentires-te feia, mas eu vou mostrar-te o quanto a tua beleza e diferente, brilhante ate.

Um dia, quando eu puder, fico dois dias e duas noites, só a contemplar-te, só a beijar-te. Nāo preciso de mais nada, só disso, saciar a minha sede de beijos na tua pele e guardar-te na memória dos meus olhos. guardar o teu cheiro.
Vou ser rico, muito rico e irei buscar-te onde estiveres e depois, serás a minha rainha africana.
…Nesse dia, vou pedir-te em casamento.

(pedaços do novo livro em andamento..A RAINHA AFRICANA)
by Paula Gabriel Mouta).