A voz do autismo 3 – Transtorno obsessivo compulsivo

kalola Store

O aspecto compulsivo do TOC é aquela dimensão comportamental, detectável por observação, com algum tipo de repetição que pode incluir checagem de objetos, limpeza do corpo, ordenação de objetos, necessidade de tocar algo, tentativa de evitar se aproximar de algum aspecto considerado repulsivo como determinada cor, lugar, tipo de piso ou cheiro.

Uma simples ida ao supermercado pode ser uma missão extremamente complicada e desgastante, pois muitos autistas não conseguem conter o impulso de arrumar as prateleiras e partem mesmo para a acção e dissuadi los de tal tarefa pode ser difícil, e complicado.

Se isto acontecer com alguém que esteja aos seus cuidados lembre- se, que não deve gritar nem ser abrupta na intervenção, seja firme e diga que deve terminar agora a tarefa e direccione o para onde deve seguir.

Se possível, fale sobre o que farão a seguir sem dar muita atenção ao que ele (a) está a fazer.

O segredo é redireccionar, firmeza no tom de voz sem nunca ferir os sentimentos da pessoa em questão.

Nunca ridicularize, o que para você pode parecer uma loucura, para um autista pode ser a actividade ou comportamento mais normal do mundo.

Jamais faça uso do sarcasmo pois não será compreendido ou poderá ser mal interpretado.

A ideia do ritual é aliviar o desconforto que vem associada à obsessão, mas na verdade, só realimenta o ciclo.

O aspecto obsessivo do TOC é a tendência aos pensamentos intrusivos carregados de emoções angustiantes e perturbadoras. Na prática, o que o ocorre é uma inconveniente tendência da mente a produzir cenários catastróficos ou moralmente perturbadores para a pessoa.

Por exemplo, se alguém demora a chegar, surgem pensamentos de acidentes, assaltos ou qualquer coisa que implique perigo, risco de vida ou doença. Por conta desses pensamentos, a pessoa fica inquieta, ligando para a outra, incomodando quem puder por causa desse temor infundado, mas muito palpável para quem tem.

Muitas pessoas “Não autistas” possuem este transtorno.  

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.