Porque muitos autistas fogem de casa e como evitar

kalola Store

Segundo um estudo feito nos Estados Unidos publicado na revista Americana Pediatrics, cerca de 50% das crianças autistas daquele país já fugiram de casa.

Este comportamento responsável por muitos acidentes fatais chega a proporções alarmantes alertam os autores deste estudo, realizado com uma amostra de mais de 1,2 mil famílias.

Mas o que leva um autista a fugir de casa?
Vários factores podem originar este comportamento, por exemplo se você levou o seu filho a algum lado e ele deixou algo que gosta para trás, ou não concluiu uma missão, o seu pensamento pode estar fixo nessa determinada situação e o impulso de terminar o que começou pode leva lo a simplesmente querer voltar para o lugar de onde saiu, o que significa que qualquer oportunidade que tenha ele sentirá o impulso de simplesmente caminhar na direcção do local.

Pode ser que você o tenha levado a algum lugar que ele gostou imenso e queira lá voltar.
Caso aconteça consigo e o seu filho (a) fugir de casa, primeiro acalme se e pense em possíveis locais onde ele possa estar, locais onde ele sentiu se bem e passou bons momentos e comece por aí.

Para evitar que o seu filho fuja de casa tenha bastante atenção ás portas de casa, mantenha as fechadas e ou se as mantiver abertas esteja bem atento.
Quando estiver com ele (a) na rua, preste bastante atenção e se o seu filho tiver um historial de fugir quando está na rua, segure o pela mão de preferência.

Existem muitos casos confirmados de atropelamentos, todo o cuidado é pouco.
Ensine ao seu filho o endereço de casa caso ele esteja perdido e assim consiga informar onde mora.
Algumas pessoas usam braceletes ou pendentes com o endereço de casa, este método é usado principalmente em autistas não-verbais.

Redobre a sua atenção para que o pior não aconteça.       

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.