Alunos devem aprender já sobre o combate à corrupção

Esta foi a posição defendida, hoje, pela vice-governadora para o sector político, social e económico do Cunene, Soraya Mateus Kalongela, durante o discurso na abertura da campanha de moralização no combate à corrupção e à impunidade, promovida pela Procuradoria-Geral da República.

A corrupção é um mal que afecta a todos, retarda o desenvolvimento económico, social e o bem-estar das famílias, pelo que achamos necessária esta campanha de moralização para termos uma sociedade mais justa, igualitária e democrática

Para Soraya Kalongela, a sociedade deve colaborar mais com as autoridades no combate às práticas que evidenciam actos de impunidade, corrupção, bajulação e ao nepotismo.

publicidade

Faça já a sua assinatura: formulário de assinatura
Contactos editoriais: jornalkandandu@gmail.com

Publicidade: vivenviaspress@gmail.com

Durante o lançamento da referida campanha, foi realizada uma palestra sob o tema: Sessão de moralização para o combate à corrupção e a impunidade.

A campanha, que decorre até ao dia 5 de Outubro, vai traduzir-se na realização de palestras sobre o assunto, dirigidas a estudantes, funcionários públicos e membros da sociedade civil.

A Procuradoria-Geral da República (PGR) no Cunene registou, de Janeiro a Agosto deste ano, sete denúncias de suspeitas de corrupção.

Fonte: Angop

Deixe o seu comentário