Ana Gomes diz que Isabel dos Santos “lava que se farta” e que o Banco de Portugal fecha os olhos

Ana Gomes, antiga deputada ao Parlamento Europeu, acusou esta segunda-feira a empresária angolana Isabel dos Santos de “lavar que se farta” e o Banco de Portugal de fechar os olhos às falhas dos bancos na prevenção do branqueamento de capitais.

O comentário da socialista surge em reacção à entrevista concedida pela empresária angolana à Lusa, na qual Isabel dos Santos, a propósito das suspeitas sobre a origem do seu dinheiro do seu dinheiro, diz que há uma narrativa contra si e que se tem endividado, para poder investir.

publicidade

“Tenho muitas dívidas, tenho muito financiamento por pagar, as taxas de juros são elevadas, nem sempre é fácil também ter essa sustentabilidade do negócio, para conseguir enfrentar toda a parte financeira dos negócios”, justificou a empresária.

Na rede social Twitter, Ana Gomes respondeu que “Isabel dos Santos endivida-se muito porque, ao liquidar as dívidas”, “lava” que se “farta”.

O Banco de Portugal é também visado no comentário da antiga eurodeputada, por “não querer ver” as violações que os bancos fazem às regras de prevenção de branqueamento de capitais.

publicidade

Faça já a sua assinatura: formulário de assinatura
Contactos editoriais: jornalkandandu@gmail.com

Publicidade: vivenviaspress@gmail.com

Num outro comentário, Ana Gomes especifica o Eurobic como o canal através do qual Isabel dos Santos fará circular o dinheiro para dar-lhe uma aparência de legalidade.

O jornal Expresso contactou a assessoria de comunicação da empresária angolana, para uma reacção, mas sem sucesso. Já Teixeira dos Santos, presidente do Eurobic, diz que Ana Gomes tem de provar o que diz, sob pena de enfrentar um processo por difamação.

Fonte: Expresso.

Deixe o seu comentário