Angola: Caculo Cabaça é a maior obra em construção por uma empresa chinesa em África 

O projecto Caculo Cabaça vai demorar cerca de seis anos (80 meses) a erguer e a empresa China Gezhouba Group Corp foi a escolhida para liderar a obra localizada na província do Cuanza Norte. 

Este complexo hidroeléctrico vai relegar a barragem de Laúca para o segundo lugar das maiores obras públicas em Angola e a sua grandeza justificou a que a própria agência de notícias chinesa Xinhua tivesse destacado tratar-se do maior projecto conduzido em África por uma companhia chinesa. 

E se Laúca foi a última grande obra inaugurada pelo Presidente José Eduardo dos Santos, que deixa, com as eleições de 23 de Agosto, o cargo que ocupa desde 1979. O lançamento da primeira pedra do gigante Caculo Cabaça foi o último arranque que o Chefe de Estado deu a uma obra. 

Caculo Cabaça, depois de concluída, permitirá a José Eduardo dos Santos deixar a sua marca na maior obra pública do país e que dificilmente será superada no futuro e também na vida de pelo menos 10 mil trabalhadores que vão erguer toda a infra-estrutura, cuja capacidade total de produção 2 170 MW ou 2 17 milhões de Kilowatts, seria suficiente hoje para fornecer energia a pelo menos 8 milhões de pessoas. 

Aliás , José Eduardo dos Santos, que termina a sua passagem pela chefia do Estado angolano com uma sucessão de inauguração e lançamento da primeira pedra de duas das maiores barragens em África, foi mesmo surpreendido em Laúca, quando na sexta-feira inaugurou a primeira das seis turbinas deste Aproveitamento Hidroeléctrico (AHL), com um busto onde aparece retratado como um operário de capacete posto. 

Apesar de existirem algumas dúvidas sobre as semelhanças físicas entre o busto e o Presidente, José Eduardo dos Santos resolveu o problema quando, perante a sua figura esculpida, tranquilizou os presentes anuindo que existiam parecenças quanto bastem consigo para o deixar satisfeito, tendo mesm agradecido a homenagem.

A barragem de Caculo Cabaça tem um custo estimado de 4,55 mil milhões de dólares. 

Fonte : Novo Jornal.