Angola deve manter taxa de juro nos 16,5% este ano e descer para 15% em 2019

A consultora BMI Research considerou hoje que o banco central de Angola deverá manter a taxa de juro nos 16,5% este ano e descer para 15% durante 2019, antecipando uma descida da inflação para 22% este ano.

“Esperamos que o Banco Nacional de Angola mantenha a taxa diretora em 16,5% até final de 2018, no seguimento de um corte de 150 pontos-base a 17 de julho, antes de aliviar para 15% durante 2019”, lê-se numa nota enviada aos investidores, e a que a Lusa teve acesso.

Na nota sobre a perspetiva de evolução da economia angolana, os analistas desta consultora do grupo de agência de notação financeira Fitch escrevem que “apesar de o comité de política monetária citar a continuada descida de inflação como tendo fornecido espaço para uma nova fase na política monetária”, continuam a acreditar que “a inflação ainda elevada e os riscos de aumentar limitam o espaço para cortes maiores em 2018”.

Depois de dois anos de recessão em 2016 e 2017, “prevemos que o PIB cresça 2,8% este ano e 2,6% em 2019”, escrevem os analistas, acrescentando que “o aumento das exportações de petróleo vão favorecer a recuperação do setor bancário, que viu o crescimento do crédito concedido acelerar para 15,7% em maio face ao período homólogo, comparado com um crescimento médio de -5,5% em 2017”.

Fonte: Lusa

Deixe o seu comentário