Angola negoceia com Rússia nova compra de aviões militares 

kalola Store

A Força Aérea Angolana deverá receber 18 aviões Su-30Ks, em vez dos 12 já encomendados ao abrigo de um contrato de mil milhões de dólares, avança a imprensa russa, que faz eco da negociação para a compra adicional à Rússia, pelo Executivo angolano, de seis aparelhos caça. A concretização do acordo permitirá ao Governo de Moscovo libertar-se de todos os Su-30Ks devolvidos pela Índia em 2011.

A aquisição de 18 aviões Sukhoi-30 pelo Estado angolano à Rússia ( mais seis do incialmente previsto) é avançada pelo jornal russo Kommersant, que cita fontes militares. Segundo a publicação, Angola e Rússia estão a negociar o reforço da encomenda efectuada em 2013, para entrega de 12 caças Su-30 Ks, prevista num contrato de mil milhões de dólares. 

Os aparelhos fazem parte de uma frota de 18 aviões adquirida pela Índia entre os anos 1996 e 1998 e devolvida em 2011, nos termos do acordo celebrado com Moscovo, que previa a substituição dos Su-30Ks pelos Su-30MKI.

Com a troca, a Rússia começou a procurar compradores para os 18 Su-30Ks devolvidos, que têm sido revistos e modernizados em Baranovichi, na Bielorrússia, tendo estabelecido contactos, para além de Angola, com a Bielorrússia, Sudão e Vietname. 

Na altura chegou a ser noticiado que Angola ficaria com os 18 aparelhos, mas o negócio fechou-se numa dúzia, número que agora, diz o jornal russo Kommersant, está a ser renegociado.

A Vivências Press News soube também de uma fonte militar, que o ministro da Defesa de Angola, João Lourenço, tem prevista para os próximos dias uma visita à Rússia, onde certamente serão abordados os termos de entrega dos aparelhos. Até à data nenhum dos 12 aparelhos comprados em 2013 chegou a Angola, prevendo-se que comecem a ser entregues ainda em 2017. 

Fonte: Novo Jornal

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.