Angola: Odebrecht recebe mais de 990 milhões de dólares para tratar de três barragens 

kalola Store

O Governo angolano anunciou esta semana que vai entregar a operação e manutenção de três barragens aos brasileiros da Odebrecht, por mais de 990 milhões de dólares, conforme despacho do Presidente, José Eduardo dos Santos, de 1 de agosto. 

Segundo o documento, o contrato com a construtora brasileira prevê a “operação e manutenção” das centrais hidroelétricas de Cambambe e de Laúca, que a Odebrecht construiu este ano, bem como de Capanda, todas no rio Kwanza.

Inclui ainda a modernização da barragem de Capanda, inaugurada em 2005, após 18 anos de construção por um consórcio que envolveu, além da Odebrecht, empresas russas.

A operação e manutenção das três centrais, incluindo ainda a modernização de Capanda, vai “proporcionar maior segurança e estabilidade na produção e fornecimento de energia elétrica, contribuindo de forma significativa para o desenvolvimento económico e social do país”, lê-se no despacho assinado por José Eduardo dos Santos, autorizando o contrato. 

Este negócio com a Odebrecht está avaliado em 993,4 milhões de dólares (836,8 milhões de euros), segundo o despacho presidencial. 

Fonte: Lusa.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.