Angola vai certificar dívidas às empresas portuguesas até Novembro

Uma boa parte das dívidas às empresas portuguesas não se encontra no sistema integrado de gestão financeira do estado, não tendo por isso cumprido as regras orçamentais, disse Archer Mangeira.

O ministro das Finanças de Angola, Archer Mangeira, garantiu esta terça-feira que o processo de certificação das dívidas reclamadas pelas empresas portuguesas estará concluído durante o mês de Novembro.

Archer Mangueira diz que o governo fez um levantamento das dívidas, sendo que uma boa parte delas não se encontra no sistema integrado de gestão financeira do estado, não tendo por isso cumprido as regras orçamentais.

Para já, estão apenas reconhecidas dívidas no montante de 89 milhões de euros. Existem 300 milhões de dívidas que carecem do referido processo de certificação. Estas afirmações do ministro foram feitas durante o fórum empresarial Angola-Portugal que decorre no hotel Sana em Luanda.

Em reacção às palavras de Archer Mangueira, o primeiro-ministro António Costa, que se encontra de visita ao país, disse “apreciar a forma aberta, franca e transparente como o ministro das Finanças expôs este processo”.

O início da regularização das dívidas de Angola às empresas portuguesas é um dos temas mais relevantes da visita de António Costa a Angola, que termina esta terça-feira.

Entre as empresas com pagamentos em atraso por parte de diversas entidades públicas angolanas, de acordo com fonte diplomática citada pela Lusa, encontram-se principalmente firmas nacionais dos ramos das obras públicas e construção civil.

Fonte: Jornal de Negócios

Deixe o seu comentário