Angolanos retirados de pensão em Portugal e submetidos a testes

kalola Store

Noventa e três cidadãos angolanos que estavam alojados na Pensão Luanda, no centro de Lisboa, foram transferidos este sábado, pelas autoridades portuguesas, para um hotel onde serão submetidos ao teste do novo coronavírus (covid-19).

As autoridades portuguesas disseram que os cidadãos foram retirados da referida pensão, que será desinfectada durante três dias, como “mera medida de precaução”, depois de três pessoas que lá estiveram há dias terem testado positivo para a doença.

Ainda de acordo com a mesma fonte, os 93 cidadãos angolanos antes de serem transferidos passaram por um processo de medição da temperatura, não tendo nenhum deles apresentado sinais de estar preocupado com o vírus, que já infectou 19 angolanos.

A Pensão Luanda é um dos locais onde habitualmente vivem concidadãos que se encontram em tratamento médico na capital portuguesa, onde há registo de cinco casos de angolanos infectados com o coronavírus, numa realidade de mais de 16 mil (16.585) em Portugal.

Neste país europeu, os dados de domingo indicavam 504 vítimas mortais e 277 recuperados. A taxa de crescimento dos infectados relativamente ao dia anterior é de 3,7%.

Fonte: Angop

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.