Angosat-2 é lançado em 2022

kalola Store

Ao falar à imprensa, à margem da cerimónia de entrega de 250 cestas básicas a famílias carenciadas no bairro Huambo, distrito da Samba, o ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha disse que, enquanto se espera pela conclusão do novo equipamento, Angola beneficia as compensações no quadro do Angosat-1.

Entre as várias compensações, o ministro citou a emissão do programa informativo “Bom Dia Angola” da Televisão Pública de Angola e as acções de telemedicina no sector da Saúde, entre outros serviços.

Segundo o ministro, a construção do Angosat-2 decorre no âmbito do protocolo completar entre Angola e a Rússia ao abrigo do contrato da fabricação do Angosat-1. Para garantir o funcionamento do satélite, referiu, o Executivo está a investir na formação de especialistas nacionais.

O primeiro satélite, o Angosat-1, um investimento do Estado angolano orçado em 320 milhões de dólares, perdeu-se no espaço depois do lançamento em Dezembro de 2017.

José Carvalho da Rocha garantiu, também, que em 2020 o país vai ter cobertura total em serviços de telecomunicações e tecnologias e tecnologias para apoiar o desenvolvimento e o bem-estar do cidadão. Acrescentou que a cobertura total do país com serviço de telecomunicações e tecnologias vai servir de sustento para o crescimento e desenvolvimento em todos os sectores da sociedade angolana.

José Carvalho da Rocha reconheceu que ainda há muito trabalho pela frente, mas a perspectiva é levar os serviços a todos os cidadãos, independentemente da localização geográfica.

Sobre a privatização da Angola Telecom, o ministro das MTTI disse que há uma série de tarefas a serem concluídas. No entanto, sublinhou, o processo decorre com vista a reorganizar a empresa.

O ministro frisou que no mundo das telecomunicações é muito comum aparecerem novas empresas, fusões e até outros tipos de movimentações dentro do sector. Mas, o importante é a qualidade dos serviços para os cidadãos.

Fonte: Jornal de Angola.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.