Annegret Kramp-Karrenbauer substitui Angela Merkel na liderança da CDU

Kramp-Karrenbauer, com 56 anos e apelidada por muitos de “Mini -Merkel”, era uma das favoritas na corrida à liderança.

A nova líder da União Democrata-Cristã (CDU), derrotou, por uma pequena margem, Friedrich Merz, antigo rival de Angela Merkel, no congresso da CDU, em Hamburgo.

Kramp-Karrenbauer era até hoje, secretária-geral do partido e responsável pela estratégia política do dia-a-dia, desde fevereiro.

Em Outubro, Merkel anunciou que renunciaria ao cargo de líder do partido, mas permaneceria como chanceler, num esforço para gerir a sua saída depois de uma série de crises desde 2015, quando tomou a polémica decisão de manter as fronteiras da Alemanha abertas à entrada de refugiados, lembra a agência Reuters.

Esta sexta-feira, durante o congresso da CDU em Hamburgo, Merkel expressou gratidão pela oportunidade de liderar o partido por 18 anos, 13 deles como chanceler, durante os quais dominou a política europeia e se assumiu como uma das principais gestoras de crises da região.

“Foi um grande prazer para mim, foi uma honra”, disse, sendo aplaudida por quase 10 minutos e fazendo um esforço por conter as emoções.

Descrevendo os múltiplos desafios que a Alemanha tem pela frente, da mudança rápida da tecnologia às mudanças climáticas e à tendência global de abandonar o multilateralismo para defender os interesses nacionais, Merkel disse: ” Em tempos como estes, vamos defender nossas visões progressistas, o nosso modo de vida , tanto em casa como no exterior”.

” A CDU em 2018 não deve olhar para trás, mas olhar para frente, com novas pessoas… mas com os mesmos valores”, acrescentou a chanceler, que disse que permaneceria neutra na escolha do seu sucessor na liderança do partido.

Fonte: Lusa.

Deixe o seu comentário