Anselmo Ralph promove o café nacional

kalola Store

A Angonabeiro assinou hoje, 5 de Agosto, mais um contrato com Anselmo Ralph, desta vez como Embaixador da categoria café em Angola. O contrato tem a duração de um ano e coloca Anselmo Ralph na posição de Super Embaixador do café, agregando as marcas Delta Q, Ginga Café e Delta Cafés. A associação do artista à Angonabeiro, para promover o consumo de café no País, surge sob o lema: Café, a nova batida de Angola.

Para promover a iniciativa, a Angonabeiro elaborou uma campanha que remete para a música de Angola e promete combater os mitos sobre o café, revelando os benefícios para a saúde, evidenciando a sua versatilidade, através do reforço da adequação do café a diferentes momentos do dia e a vários tipos e consumidor.

“Esta associação assenta numa relação de confiança entre a Angonabeiro e o Anselmo Ralph, numa fase em que a nossa ambição passa para um patamar superior. Queremos fazer do café a nova moda de Angola, mas ambicionamos mais do que o reconhecimento local. Queremos que esteja na moda cá dentro e no exterior do País”, defendeu Miguel Carvalho, director-geral da Angonabeiro.

Anselmo Ralph e Miguel Carvalho, director-geral da Angonabeiro

Anselmo Ralph defendeu poder contribuir para fortalecer a imagem de Angola e do café angolano e reconheceu ser esta uma oportunidade única e uma grande responsabilidade.

“Está na hora de darmos o devido espaço ao que Angola tem de bom e de levarmos ao mundo o nome do nosso país com amor e orgulho. Eu estou a fazer a minha parte e conto com o apoio de todos os angolanos que, como eu, trabalham todos os dias para ter um futuro melhor, com saúde e com o sabor especial do nosso café – a nova batida de Angola”, afirmou o cantor.

O evento decorreu no Clube S, onde esteve presente o director do Instituto Nacional do Café, bem como os Embaixadores Ginga Café e Delta Q, que apoiam o desenvolvimento do sector do café, contribuindo diariamente para o seu crescimento.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.