APPEC foi apresentada à comunicação social esta quinta-feira

Gearbest Alfawise V8S Max UV Sterilization + Disinfectant Disinfection Wet and Dry Robot Vacuum Cleaner promotion

Nos jardins defronte do Memorial Agostinho Neto, na Nova Marginal de Luanda, esta manhã, pelas 11h, apresentada a Associação Angolana de Profissionais e Produtores de Eventos & Cultura (APPEC).

Com uma existência, até agora, dispersa e individual, a classe da cultura e dos eventos tem enfrentado diversos desafios no acesso às instituições estatais e privadas, agravado no corrente ano com a situação sanitária que o mundo enfrenta.

A associação surge, por isso, para unir todo o sector e facilitar procedimentos com vista, nomeadamente, à obtenção de financiamento e à representação do sector na sociedade.

A Comissão Instaladora da APPEC foi constituída no passado dia 5 de Junho, data em que decorreu a primeira assembleia-geral e a eleição dos corpos sociais.

Os principais objectivos da associação são coordenar, orientar e
defender os interesses dos seus associados, representados por artistas, empresas organizadoras, produtoras, promotoras e prestadoras de serviços para eventos bem como os locais dos eventos.

Neste sentido a associação representa promotores de eventos (entidades ou empresas que sejam os criadores dos eventos ou donos de uma patente/produto), produtores de eventos (empresas que prestam o serviço de produção dos eventos), artistas (escritores, músicos, DJs, bailarinos, actores, apresentadores, artistas plásticos, etc.) e prestadores de serviços técnicos (som, iluminação, estruturas, energia, segurança, etc.), bem como locais de eventos (estabelecimentos orientados para eventos).

Os vários sectores no âmbito da acção da APPEC são representados na comissão instaladora por Kayaya Jr., coordenador geral, Kizua Gourgel, porta-voz da associação, Karina Barbosa e Link Duílio, na moda e eventos, Walter Cristóvão e Gerson Iven, no teatro e dança, Jorge Semedo, Marito Furtado e Paulo Alves, na música, Diogo Camões no cinema, fotografia e TV, Kanguimbu Ananaz, nas artes plásticas e na literatura, João Correia, Eduardo Rayagra, Manuel Novais e Alberto Vilhena, na prestação de serviços, e Rosa Matias e Jorge Semedo, para os locais de eventos.

O projecto Por Angola foi igualmente apresentado nesta data, como primeira etapa da actividade de responsabilidade social da associação, estando previsto um programa de televisão para o próximo dia 19 de Julho, com transmissão em canal aberto e visando a homenagem à vida e à obra de Filipe Mukenga.

“Um dos objectivos do programa de televisão a acontecer no dia 19 de Julho será como indústria toda unida, de todos para todos nesta enorme indústria cultural e dos eventos, manifestarmos a nossa total disponibilidade em ajudarmos seja com a nossa imagem, seja com serviços, no combate à Covid-19 e às consequências de pandemia económica grave para a população em geral e em particular na indústria que representamos”, lê-se no comunicado de imprensa.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.