Autobiografia de Miguel N’zau Puna será apresentada em Lisboa

Mal Me Querem é o título da autobiografia de Miguel N’zau Puna, cujo lançamento será feito esta quarta-feira, 26 de Junho, pelas 18h30, na livraria Bertrand de Picoas, em Lisboa, Portugal.

A sessão de lançamento irá contar com a apresentação do deputado socialista e ex-ministro da Cultura de Portugal, João Soares e do professor universitário angolano, Raul Tati.

publicidade

Faça já a sua assinatura: formulário de assinatura
Contactos editoriais: jornalkandandu@gmail.com

Publicidade: vivenviaspress@gmail.com

Mal Me Querem é uma autobiografia de um general que rejeita a ficção e retrata, na primeira pessoa, os bastidores do doloroso parto da nação angolana.

O livro tem a chancela da editora Guerra e Paz, que diz tratar-se de “um contributo essencial para compreender os últimos 50 anos da história de Angola”.

O autor, Miguel N’zau Puna, não estará presente, mas enviou uma mensagem que será lida aos leitores durante a sessão de lançamento do livro.

Miguel Maria N’zau Puna, nasceu em 1932, em Cabinda. Perseguido pelo colonialismo português, exilou-se no Congo-Léopoldville, em 1961 e aderiu à União dos Povos de Angola (UPA). Foi secretário-geral, comissário político geral das FALA e comandante militar.

Esteve presente nos acordos entre o MPLA e a UNITA de 1974, chefiou a delegação da UNITA na tomada de posse no Governo de Transição e participou nos Acordos de Bicesse. Em 1992 abandonou a UNITA e fundou, com Tony da Costa Fernandes e George Chicoty, a Tendência de Reflexão Democrática (TRD). Foi também embaixador da República de Angola no Canadá e deputado pelo Grupo Parlamentar do MPLA.

Deixe o seu comentário