Banco Nacional de Angola Invest retira licença ao banco Kwanza e pede a declaração de falência ao tribunal

kalola Store

O Banco Nacional de Angola (BNA) revogou esta segunda-feira a licença de actividade do Banco Kwanza Investimento por insuficiência de fundos próprios regulamentares, de acordo com um comunicado divulgado no site oficial. Nesse documento, o BNA explica que a escassez de fundos próprios esteve na génese desta decisão tomada durante a reunião extraordinária.

Enquanto entidade supervisora do sistema financeiro, o BNA informa ainda que o Banco Kwanza não foi capaz de mostrar possuir o mínimo regulamentar de fundos próprios, o que é um “requisito necessário à continuidade da actividade bancária, nos termos da Lei de Bases das Instituições Financeiras”.

O BNA acrescenta que “dará sequência da decisão”, com a solicitação ao Procurador-Geral da República, da declaração de falência do Banco Kwanza Investimento, (BKI) junto do Tribunal Provincial de Luanda.

Os clientes deste banco são informados de que, “até ao dia 31 Janeiro de 2021, estarão disponíveis os canais habituais, nomeadamente a agência-sede, rede Multicaixa, Internet e mobile banking para efeitos de levantamentos e transferências dos respectivos saldos”.

Para isso, recomenda o regulador, os clientes do Banco Kwanza devem manter “a serenidade” e “não se precipitarem, evitando aglomerações desnecessárias” nas agências do banco.

Este é o quarto banco a que o BNA retira a licença, em pouco mais de dois anos, tendo acontecido o mesmo ao Banco Mais, ao Banco Postal e ao BANC.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.