BDA vai disponibilizar AKz 50 milhões para agricultura na Matala

kalola Store

As cooperativas agrícolas do município da Matala trabalharam no passado fim-de-semana com responsáveis do Ministério da Economia e Planeamento na organização documental e estrutural para aderir ao crédito do Banco de Desenvolvimento de Angola (BDA).

O anúncio foi feito esta segunda-feira, na circunscrição, pelo responsável para gestão de projectos do Ministério da Economia e Planeamento (MEP), Manuel Maia, durante o encontro que manteve com responsáveis das referidas cooperativas, seleccionadas para o efeito, no âmbito do Projecto de Apoio ao Crédito (PAC).

Na sua óptica, a atribuição do crédito passa por garantias de posse de terra e organização administrativa do grémio.

Manuel Maia considerou que as duas cooperativas são funcionais, mas há um “grande” trabalho a ser feito para suprir os problemas administrativos e com ajuda do governo provincial estarão em condições de aderir ao financiamento que podem ajudar a reduzir as importações.

Depois do financiamento, o responsável pela gestão de projectos do MEP disse que haverá uma fase de acompanhamento e promoções de formações para sua capacitação técnica, financeira e administrativa, com vista a gerir recursos disponíveis para que os objectivos do governo de diversificar a economia para aumentar a produção sejam concretizados.

Este projecto está inserido no  Programa de Apoio à Produção, Diversificação das Exportações e Substituição das Importações (PRODESI).

O sector da agricultura no município da Matala, contempla 77 cooperativas e associações de camponeses, a maior delas opera no perímetro irrigado local com mais de 11 mil hectares.

Com Angop

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.