Benfiquistas celebram em Luanda a vitória no campeonato

Os benfiquistas da capital de Angola assistiram em restaurantes e nas suas residências a conquista do 37.º título de campeão português de futebol pelo Benfica, não havendo grandes festejos nas principais ruas da cidade.

Os maiores festejos decorrem nos bairros e municípios periféricos de Luanda – Samba, Sambizanga, Kilamba Kiaxi, Bairro Popular, Palanca, Golfe I, Golf II, Morro Bento, ilha de Luanda, Cacuaco ou Viana, entre outros -, onde os benfiquistas locais celebram, entre amigos, o triunfo ‘encarnado’.

A má iluminação das ruas de Luanda é a desculpa apresentada por vários adeptos do Benfica e de outros clubes portugueses quando, questionados pela agência Lusa sobre se há um local privilegiado para os festejos, justificam a ausência de grandes celebrações na capital angolana.

O Restaurante Benfica de Luanda, no bairro da Ingombota, não encheu, mas os festejos foram ruidosos no final, na presença do gerente do estabelecimento, José Roeste, português, natural de Febres (Coimbra), 48 anos e em Luanda desde 2008.

Passada que foi a ansiedade inicial, com os dois primeiros golos do Benfica antes da primeira meia hora do jogo frente ao Santa Clara, que os “encarnados” venceram por 4-1, a festa prevaleceu e quem não se conhecia passou a conhecer-se, com abraços e palavras ruidosas de apoio à equipa que venceu pela 37.ª vez o campeonato português.

“Acho que 4-1 foi um resultado correto. Do outro lado [FC Porto – Sporting] foi 1-1. Acho que está feita a justiça. 2-1? Ganhou o FC Porto? Pronto, ganharam bem, com certeza. Parabéns também a eles”, disse Angelino Cardoso à Lusa, luso-angolano de 60 anos, natural do Uíge, “apoiante do Benfica desde que ainda estava na barriga” da mãe.

As palavras de apoio ao Benfica vieram também de outros adeptos e foram-se soltando frases: Fim do campeonato. Temos a vitória. Viva o Benfica, viva o Benfica!”, ou “inexplicável, inexplicável. Amor incondicional”.

“É muito saboroso. Este título deveria ser o 38.º. É o 37 mas deveria ser o 38. Sabemos o que aconteceu [na época passada] e eu amo o Benfica. É um amor que só quem é benfiquista consegue explicar. Não consigo falar. É uma emoção e tanto. Eu amo o Benfica. Viva o Benfica. Amo o Benfica. Somos campeões. Carrega Benfica!”, sublinhou outro adepto.

O Benfica assegurou hoje o seu 37.º título de campeão português de futebol, ao golear em casa o Santa Clara por 4-1, em jogo da 34.ª e última jornada da competição, que terminou com 87 pontos, mais dois do que o FC Porto.

Deixe o seu comentário