Bilionário mais jovem de África foi sequestrado na Tanzânia

O bilionário mais jovem de África, Mohammed Dewji, foi sequestrado por homens armados em Dar es Salaam, na Tanzânia, anunciaram as autoridades locais.

Mohammed Dewji, empresário de 43 anos cuja fortuna está avaliada em 1,5 mil milhões de dólares pela revista Forbes, foi levado por três homens quando saía do ginásio de um hotel no centro da cidade, no que a polícia acredita ter sido um rapto “aleatório”.

O chefe da polícia de Dar es Salaam, Lazaro Mambosasa, ligou o crime a estrangeiros na conferência de imprensa e também afirmou que os criminosos fizeram “tiros ao ar” antes de colocarem o empresário dentro do veículo.

Até ao momento não foi pedido qualquer resgate e a polícia confirmou que três suspeitos já foram detidos .

Mohammed Dewji, nasceu na Tanzânia em 1975, estudou na Universidade de Georgetown, nos Estados Unidos da América. Também foi membro do Parlamento entre 2005 e 2015.

Em 2013 tornou-se no primeiro tanzaniano a aparecer na lista da revista Forbes, e em 2015 foi nomeado Personalidade do Ano da Forbes África.

O empresário dirige o grupo MeTL que opera em cerca de dez países nas áreas da agricultura, transportes, logística e indústria alimentícia. Mohammed Dewji é também o accionista maioritário da equipa de futebol Simba FC da Tanzânia.

Mohammed Dewji, é casado e tem três filhos. Em 2016, assinou um compromisso de doar pelo menos metade da sua fortuna a causas filantrópicas , segundo a Forbes.

Fonte: France Press

Deixe o seu comentário