Bonga na 43.ª edição da Festa do Avante!

É a grande festa da rentrée política. E um dos mais antigos festivais de Verão portugueses com um cartaz abrangente onde política, cinema, teatro e uma oferta gastronómica coexistem com muita e boa música ao vivo.

José Adelino Barceló de Carvalho “Bonga”, intérprete e compositor angolano é uma das principais figuras que vão passar pela Quinta da Atalaia, Seixal, entre os dias 6 e 8 de Setembro.

publicidade

Faça já a sua assinatura: formulário de assinatura
Contactos editoriais: jornalkandandu@gmail.com

Publicidade: vivenviaspress@gmail.com

Bonga conta com várias distinções, medalhas, discos de ouro e de platina. Tem manifestado inúmeras vezes a sua solidariedade em concertos de beneficência ou em gravações como por exemplo “Em Português Vos Amamos” dedicado a Timor, “Paz em Angola”, ou ainda ” Todos Diferentes, Todos Iguais”, um marco na luta contra o racismo.

Os seus temas têm sido interpretados por ilustres artistas como Martinho da Vila, Alcione e Elza Soares ( Brasil); Mimi Lorca (França); Bovic Bondo Gala (RDC) e Heitor Numa de Morais (Uruguai). Bonga tem mais de trinta anos de carreira e 32 álbuns gravados e fará história com esta passagem pela Quinta da Atalaia.

Semba de Angola; Gumbé da Guiné-Bissau; Coladeira de Cabo Verde, são três géneros que se fundirão numa apresentação exclusiva para a “Noite Africana” da Festa do Avante 2019, a manter uma tradição de qualidade, alegria, convívio e diversão. Liliana Almeida (Semba), Kimi Djabate (Gumbé) e Rolando Semedo (Coladeira), Jon Luz (Morna e Coladeira), são outros dos nomes da “Noite Africana” da Festa do Avante, que terá em Bonga a grande figura.

Entre os 10 palcos da festa, a organização destaca o palco baptizado como “25 de Abril”, para celebrar a Revolução dos Cravos, no qual acontecerá o concerto sinfónico Do Romantismo ao Modernismo, pela orquestra Sinfonietta de Lisboa, dirigida pelo Maestro Vasco Pearce de Azevedo.

Moonspell, Clã, Blind Zero, Quinta do Bill, Pedro Moutinho, Sebastião Antunes & Quadrilha são nomes “da casa” já confirmados. Dos Estados Unidos vêm os The Last Internationale, da Polónia a Warsaw Village Band.

Na literatura, os convidados são Lidia Jorge, Kalaf Epalanga, e Joana Bértholo.

De acordo com a organização, na edição deste ano serão introduzidas medidas para uma significativa redução do plástico, substituindo a utilização de pratos, taças e talheres por materiais biodegradáveis com base vegetal e aumentando a oferta disponível de canecas e copos reutilizáveis.

Para criar mais sombras e tornar o espaço mais agradável, foram plantadas mais de 350 árvores e mais de 500 arbustos nos últimos anos.

Deixe o seu comentário