Brasil: Bolsonaristas cravam símbolo nazista em corpo de jovem em Porto Alegre

Uma jovem brasileira de 19 anos, residente em Porto Alegre, denunciou, junto da Polícia Civil, uma agressão ocorrida na noite de segunda-feira, depois das eleições no Brasil.

Segundo o relato da vítima, que usava uma t-shirt com a inscrição “Ele Não”, contra a eleição do candidato à presidência do Brasil Jair Bolsonaro, foi abordada e agredida por três homens, no bairro Cidade Baixa.

A jovem tinha acabado de sair de um autocarro e percorria o caminho para casa, quando foi interpelada pelos suspeitos, que a questionaram sobre o uso da camisola e acabaram por agredi-la com socos antes de lhe marcarem a barriga com riscos de canivete, desenhados com a forma de uma cruz suástica, relata o site G1, da rede Globo, que publicou o auto da denúncia.

A ocorrência foi encaminhada para a 1ª Delegacia de Polícia Civil, que informou, nesta quarta-feira, que o caso começou a ser investigado. As autoridades estão à procura de câmaras de segurança para identificarem os agressores.

O caso ganhou repercussão nas redes sociais nesta quarta-feira, depois de ter sido divulgado por uma jornalista de Brasília, que conversou com a queixosa. A publicação foi partilhada mais de 13 mil vezes.

Deixe o seu comentário