Carlos São Vicente suspende funções no Standard Bank Angola para “salvaguardar reputação” do banco

kalola Store

O empresário Carlos São Vicente suspendeu as funções de administrador não executivo no Standard Bank Angola para que o caso em que está envolvido na Suíça, onde viu uma das suas contas com 900 milhões USD congelada por suspeita de branqueamento de capitais, possa prejudicar a imagem e a reputação do banco, soube a Vivências Press News através de uma nota do banco.

O Standard Bank Angola (SBA) tornou público esta segunda-feira, dia 7, que está a “acompanhar com atenção e preocupação” as notícias, dos últimos dias, sobre Carlos São Vicente, seu administrador não executivo e antigo presidente da administração da Seguradora AAA, anunciando que este “solicitou a suspensão imediata das suas funções” de forma a salvaguardar “a reputação e imagem do Banco”.

O SBA adianta que está a par da “investigação criminal na Suíça, sobre suspeitas de branqueamento de capitais”, que afecta Carlos São Vicente, deixando claro que “está a trabalhar em articulação com o Banco Nacional de Angola” na gestão deste delicado processo.

Garantindo que se “pauta pelas mais elevadas regras de transparência e rigor, bem como observa os mais exigentes padrões de Compliance e considera a sua reputação como o seu activo mais valioso”, o SBA atesta que continuará “a acompanhar a evolução do processo assumindo o compromisso em manter o público informado, com qualidade e isenção”.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.