Caso Kathryn Mayorga: Cristiano Ronaldo gasta um milhão de dólares na defesa

Cristiano Ronaldo está a levar muito a sério a acusação de violação de Kathryn Mayorga e, ciente dos danos que o caso pode causar na sua reputação e também nas receitas publicitárias, investiu forte na sua defesa.

O futebolista português não olhou a meios para combater a estratégia da americana e já gastou um milhão de dólares (860 mil euros) para contratar uma equipa de especialistas, quase tanto como a indemnização pedida pela ex-modelo na queixa cível.

Além do advogado, Peter Christiansen, um dos mais reputados na área criminal de Las Vegas, e da equipa deste, o jogador terá ainda a defendê-lo um especialista forense, um médico, um antigo polícia e um relações-públicas para gerir o caso junto da comunicação social.

A informação é avançada pela imprensa britânica, que dá conta da ansiedade do português em relação ao caso.

Para já, a principal preocupação demonstrada pela defesa de CR7 centra-se nos documentos obtidos no âmbito do Football Leaks. Nestes constam conversas via e-mail entre o craque e o seu advogado da altura, Carlos Osório de Castro, em que Ronaldo admite cinco a sete minutos de sexo anal rude com Kathryn Mayorga.

A defesa garante que os documentos são manipulados, mas o caso promete dar que falar, uma vez que a acusação já desafiou o português a provar que os e-mails foram adulterados e fabricados.

Para as próximas semanas estão previstas novas revelações de parte em parte, com defesa e acusação em guerra aberta.

Mas se os advogados de CR7 estão em silêncio sobre os próximos passos a dar, os de Kathryn Mayorga já fizeram saber que irão apresentar novos dados sobre os exames ao kit de violação de 2009, com amostras de ADN recolhidas do ânus, virilha e vagina da americana a serem analisados.

Fonte: Correio da Manhã

Deixe o seu comentário