Cidadãos de Angola e Zâmbia deixam de precisar de vistos para entrar nestes países

Os cidadãos angolanos e zambianos deixam de precisar de vistos para entrar nos dois países. No entanto, não vão poder ficar fora do seu país por mais de 90 dias.

Angola e a Zâmbia decidiram esta quinta-feira abolir a necessidade de visto de entrada dos cidadãos dos dois países, medida que mantém, porém, algumas restrições, como a impossibilidade de se permanecer mais de 90 dias no estrangeiro. A decisão foi anunciada esta qinta-feira em Lusaca pelo ministro do Interior zambiano, Michael Katambo, e pela embaixadora de Angola na Zâmbia, Balbina da Silva, tendo a diplomata angolana ressalvado que o entendimento entre os dois países não é válido para situações de fixação de residência, trabalho, estudo ou tratamento médico.

Angola e a Zâmbia partilham uma fronteira de 1.100 quilómetros, sendo um desafio para as autoridades dos dois países a viabilização de infraestruturas que incrementem a circulação de pessoas e de mercadorias. A aposta dos dois governos foca-se no incremento do comércio transfronteiriço, além de um maior vigor nas trocas comerciais entre os dois Estados.

As trocas comerciais entre os dois países rondam os 20 milhões de dólares (cerca de 17,4 milhões de euros). De Angola, os zambianos importam produtos do mar, lubrificantes e materiais de construção, enquanto as exportações zambianas baseiam-se em produtos do campo, sementes e carne bovina.

O acordo de supressão de vistos vai, principalmente, beneficiar os cerca de 25 mil angolanos que residem naquele país, muitos deles sem contacto com os seus familiares há vários anos.

Fonte: Lusa

Deixe o seu comentário