Cooperativas para recolha de lixo previstas para Luanda

Essa intenção foi manifestada durante o Conselho de Concertação Social da CACL, realizado no distrito do Rangel, que contou com a participação de directores municipais e administradores dos distrito urbanos.

Segundo Antónia Nelumba, a administração  está a estudar a possibilidade de constituir cooperativas para a recolha de resíduos, contando  preferencialmente com a inclusão de ex- militares para contribuir na limpeza da cidade.

publicidade

Faça já a sua assinatura: formulário de assinatura
Contactos editoriais: jornalkandandu@gmail.com

Publicidade: vivenviaspress@gmail.com

Disse que o município de Luanda conta apenas com uma operadora para os sete distrito, situação que tem dificultado a manutenção dos contratos para manter as zonas limpas.

Para além das cooperativas, para as áreas de difícil acesso e zonas periféricas, a CACL aventa a possibilidade da contratação de mais uma empresa, para limpar alguns distritos.

Durante o encontro, os participantes foram informados que as obras das 12 salas de aulas, anexas a escola Ngola MBandi, no Rangel, entrarão em funcionamento no próximo ano lectivo.

Quanto a escola do Pica-Pau, desactivada há quase quatro anos porque no interior da instituição  residirem algumas famílias,  deverá ser reabilitada depois da realização de um concurso público.

Fonte: Angop

Deixe o seu comentário