Decidir e Mudar!

Ninguém poderá descobrir o seu destino sem ter antes decidido caminhar no sentido de si próprio, para descobrir quem é!
Desde que nascemos que somos confrontados com a tomada de decisões. O simples acto de nascer começa com as escolhas feitas desde o momento da concepção – com a entrada do espermatozoide no óvulo –, passando pelos nove meses de gestação e terminando com o nascimento da criança.
Todos os dias, sejam eles quentes ou frios, com luz ou cinzentos, somos constantemente confrontados a escolher. E o acto de escolher implica a tomada de uma decisão. Muito embora seja importante dizer que, a opção de “não decidir” seja, por si só, uma decisão! E todas as escolhas e “não escolhas” terão os seus impactos.

É impossível tentar imaginar como seria a vida sem termos de fazer escolhas. Mesmo quem anda na vida a “navegar” -­ como se diz na gíria -­ escolheu tomar a decisão de navegar em sentido nenhum.
São as nossas decisões, por mais pequenas ou grandes que sejam, que definem o nosso destino!
O nosso amanhã, o lugar onde estaremos – que poderá ou não ser diferente do de hoje – nasce aqui e agora, fruto das decisões que tomamos.

Se cada um de nós parar neste exacto momento para reflectir, terá a consciência de que, hoje, o lugar onde está, o caminho que trilha e o rio por onde navega são resultado de decisões tomadas no ontem, certo?
Por isso, é errada a postura que algumas pessoas adoptam de tentarem colocar o ónus das suas decisões que influenciam o seu destino nas mãos dos outros. Este posicionamento prende-se, em parte, com o facto de sabermos que decidir tem um preço, e que levar-nos-á sempre a um lugar que trará consequências.
A nossa vida e poder de uma decisão estão nas nossas mãos. As nossas decisões definem o nosso futuro.
Quer as boas quer as menos ponderadas sempre nos conduzirão a um lugar mais próximo ou mais distante de quem na verdade somos e do que poderíamos alcançar.

Pessoalmente, dou o nome a esse lugar em que conhecemos quem de facto somos como “o lugar da identidade”. Para mim, sucesso é a descoberta desse lugar.
No lugar da identidade, descobrimos quem somos e também quem nós nunca pensámos ser. O lugar de identidade é o encontro do eu com a vida, com linhas que nunca pensámos que estivessem escritas para nós, mas que de facto existem e a qualquer momento levam-nos a mudar, como nunca outrora havíamos pensado.

Todos os dias somos convidados pela vida a caminhar ao encontro desse lugar e, ao entrarmos nele…um dia descobrimos que seremos confrontados a mudar o sentido das nossas vidas. E neste processo ou se decide mudar ou decide estagnar.
Caso a mudança necessária não se efective, as pessoas tornam-se com o tempo monumentos. Caso a mudança se efective as nossa vidas tornam-se a expressão viva de um legado intemporal.
A riqueza da vida está alicerçada no facto de percebermos, todos os dias, a importância de tomarmos decisões e de mudarmos para sermos melhores pessoas!

Hoje é um óptimo dia para começar!

#vivenciaspress #vivenciaspressnews #vpnews #cronica #dardanosantos