Detalhista – Perfeccionista

Há pessoas que querem que tudo corra sempre às mil maravilhas. Querem que os resultados das suas ações sejam sempre espetaculares. Querem fechar todos os negócios, querem conseguir fazer todas as vendas, querem marcar todos os golos, querem ter sempre excelentes notas, querem dizer sempre a coisa certa… Não se permitem falhar. 

Mesmo sabendo que de 20 negócios fechas 1, que de 30 vendas vendes 1 ou 2, que de 10 remates marcas 1, que de 10 testes só 1 é que estará acima de 18 valores… 

Obviamente todos queremos que as coisas corram sempre bem. Tomamos atitudes esperando ter bons resultados, e damos passos porque acreditamos que algo de bom vai acontecer. 

Mas ser perfeccionista, ao contrário do que muitos pensam, não é algo muito saudável. Quando não me permito falhar, com a plena consciência de que todos falhamos, e que falhamos mais do que acertamos, estou a contribuir constantemente para a minha própria frustração. 

Eu posso fazer as coisas querendo que elas corram bem, mas sempre com a consciência de que podem correr mal. 

“Mas Nádia! Eu tenho que ser exigente para fazer a diferença e chegar mais longe!” 

Tens toda a razão. Mas não é sendo perfeccionista que vais fazer isso, é sendo detalhista. Existe uma diferença entre estas duas características. 

O perfeccionista quer resultados perfeitos, o detalhista quer fazer as coisas bem feitas. Neste caso, isso aumenta a probabilidade de ter mais quantidade de resultados positivos.

O perfeccionista está preocupado com o que vai acontecer. O detalhista está atento ao que pode fazer melhor.

O perfeccionista exige e pede coisas impossíveis. O detalhista dá o melhor possível. 

O perfeccionista anda sempre nervoso, ansioso e preocupado, porque está focado no que não pode controlar, que é o resultado. O detalhista está tranquilo, confiante e paciente, porque sabe que deu o seu melhor até ao detalhe, e que o resultado virá. Mesmo que não seja à primeira. 

O perfeccionista nunca está satisfeito, porque perfeição não existe. O detalhista está sempre feliz, porque não depende de que determinadas coisas aconteçam, depende apenas da sua consciência tranquila por ter feito o seu melhor. 

O perfeccionista é um agente passivo, à espera que tudo corra bem. O detalhista é um agente ativo, fazendo com que as coisas sejam bem feitas. 

O perfeccionismo é algo imperfeito, e aconselho a que deixes esta ideia de que tudo vai correr sempre bem. Temos que ser capazes de lidar com as coisas quando correm mal, e ainda assim, dentro de nós, saber que está tudo bem. 

Porque no fim do dia o que importa é que deste o teu melhor nos mínimos detalhes, e por causa disso cresceste, melhoraste e evoluíste. 

Até para a semana 

Nádia Tavares  

Psicóloga 

Coach Certificada

Practitioner PNL  

www.dreamachieve.blogs.sapo.pt/8163.html

Página FB: DreamAchieve 

Skype: nadia_t33 

964407253

Sent from my iPhone

Deixe o seu comentário