Diamantífera Tango anuncia entrada em Angola para exploração

kalola Store

A diamantífera canadiana Tango Mining anunciou hoje que vai estender as operações a Angola, com um contrato de três anos com a Cooperativa Exploração Semi-Industrial de Diamantes (Txapemba) para explorar diamantes na bacia do rio Luembe.

cooperativa tem uma concessão de 84 quilómetros quadrados para a exploração semi-industrial de diamantes nesta área, e a Tango ficará responsável pela exploração e pelas despesas de capital.

“A Tango será responsável pelas despesas de capital associadas com a aquisição de equipamento e desenho da mina e será o único operador”, lê-se na nota de imprensa divulgada pela diamantífera.

“Como remuneração, a Tango vai receber 60% dos lucros da venda das pedras produzidas e todos os custos operacionais da empresa são dedutíveis”, acrescenta o comunicado disponível no ‘site’ da diamantífera com sede em Vancouver, no Canadá.

Nos próximos meses, a Tango vai levar a cabo uma avaliação geológica completa e o objetivo é começar a exploração assim que possível, apesar de não ser avançada uma data para o início da atividade.

Angola, o quinto maior produtor de diamantes a nível mundial em termos de valor, tem encorajado o investimento estrangeiro nesta área, principalmente a partir de 2011, com a introdução de um novo código para este setor, que deixou de obrigar a que as empresas nacionais tivessem a maioria do capital nos projetos.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.