Djeff domina a cabine de DJ na Holanda

O DJ luso-angolano Djeff, esteve na Holanda a 21 de Abril, a elevar a fasquia da vida nocturna no Suicide Club, em Roterdão, numa festa que reuniu fãs e centenas de amantes de música electrónica.

A discoteca holandesa Suicide Club foi o palco que, na noite de domingo, acolheu com carinho e euforia o DJ Djeff, numa festa que teve tanto de electrizante como de memorável.

publicidade

O jovem luso-angolano que tem transportado com talento e orgulho o nome de Angola longe dela, foi o cabeça de cartaz da noite dançante, sendo Djeff destacado no seio dos fãs e dos outros artistas.

Centenas de pessoas dançaram ao ritmo dos DJs Leroy Styles, Vanco, entre outros, preparando-se para a cereja no topo do bolo que seria a subida para a cabine do DJ Djeff, às 2h30 da manhã.

O set de Djeff durou duas horas, durante as quais foi impossível parar de dançar, aplaudir, gritar e filmar.

publicidade

Faça já a sua assinatura: formulário de assinatura
Contactos editoriais: jornalkandandu@gmail.com

Publicidade: vivenviaspress@gmail.com

Isto porque, sempre que este talento musical actua, os fãs não param de o filmar, fixando-o nos telemóveis, para que, mais tarde, possam assistir e relembrar a noite, partilhando vídeos e fotos nas suas redes sociais.

Sobre a festança protagonizada em Roterdão, o mestre dos ritmos dançantes declarou que, tocar uma vez mais no Suicide Club foi, simplesmente, “uma loucura total”, estando pronto para actuar nas Caraíbas este fim-de-semana.

Djeff “faz o que ama e ama o que faz”. Apesar de, na véspera, ter tocado em Portugal, o cansaço da noite anterior, da viagem, não o impediu de transmitir energia contagiante ao público holandês.

No último sábado, este DJ luso-angolano teve uma noite gratificante na discoteca Faraó, em Santa Cruz, Portugal e, como já é habitual, levou o público ao rubro.

Djeff domina a cabine de DJ na Holanda

Estes, são 38 segundos que revelam um crescendo musical e rítmico, no warm up do DJ Djeff, na noite de 21 de Abril, domingo, em Roterdão, na Holanda. Uma ocasião em que o artista luso-angolano comprovou, uma vez mais, porque é seguido por centenas de milhares e a todos conquista quando toca.

Embora tenha começado a tocar apenas um minuto e meio antes desta filmagem, vê-se a boa vibe dos presentes a crescer e os movimentos dançantes começam e não mais pararam, das 2h30 às 4h30 da manhã.


Deixe o seu comentário