Embaixador de Israel em Luanda avalia oportunidades do agronegócio em Angola

O embaixador de Israel em Angola manifestou o interesse israelita em investir na produção de cereais, legumes, frutas e criação de gado bovino no Cuanza-Norte, atendendo à abundância de solos aráveis, rios com caudais permanentes e chuvas regulares na região.

Oren Rosenblat, que falava na terça-feira em Ndalatando, capital da província do Cuanza Norte, após uma reunião com o governador local, José Maria dos Santos, e empresários locais, indicou que a intenção de Israel é criar oportunidades de investimento na área do agronegócio.

Por outro, lado, acrescentou, passa também por apoiar a formação técnica das famílias camponesas e estimular a criação de créditos junto da banca local para a aquisição de sementes, fertilizantes e sistemas de irrigação.

O diplomata israelita sublinhou que Angola precisa de “massificar os investimentos nos distintos ramos da agricultura”, face à diversificação da economia, criando premissas para a autossustentabilidade na produção de legumes, cereais, frutas, tubérculos e criação de gado bovino.

Trata-se de áreas para as quais garantiu a ajuda do seu governo, devido à “larga experiência” israelita no setor.

Oren Rosenblant elogiou o facto de a maior parte dos ovos consumidos no país serem produzidos em Angola, mas destacou a importância da capitalização de mais investimentos estrangeiros e do setor privado local, para se concretizarem vários projetos que possam dar “suporte e robustez” à economia angolana.

A vice-governadora para o setor Económico e Social do Cuanza Norte, Leonor Garibaldi, disse que a província tem “condições propícias” para a produção de cereais, leguminosas, oleaginosas, raízes, tubérculos, fruteiras, pastos durante todo o ano.

Fonte: Lusa

Deixe o seu comentário