Empresas privatizadas na ZEE facturaram 3,5 mil milhões Kz em 2019

kalola Store

As duas unidades industriais fazem parte de um leque de 14 fábricas privatizadas pelo Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado (IGAPE), que renderam 31 mil milhões Kz ao Estado angolano.

Em menos de um ano, as duas empresas privatizadas pelo Instituto de Gestão de Activos e Participações do Estado (IGAPE), na Zona Económica Especial (ZEE) Luanda-Bengo, facturaram 3,5 mil milhões Kz, dos quais 3,2 mil milhões pertencem à Plasticon e 300 milhões à Ecoindustry.

A Plasticon, que produz artigos em plástico, como cadeiras, copos e garfos, esteve paralisada e o seu investidor teve de investir 4,5 milhões Kz para reabrir a fábrica. Com as máquinas a funcionar, espera obter uma facturação, em 2020, de 4,3 mil milhões Kz.

A empresa, com 76 funcionários, facturou até Abril deste ano 2,4 mil milhões Kz.

De acordo com Paulo da Costa, director financeiro, a covid-19 junta-se a outros constrangimentos, como a desvalorização da moeda, que condicionam o aumento da produção.

“Temos uma capacidade instalada de 30 toneladas e destas estamos a utilizar 40%. Adquirimos a unidade em Agosto do ano passado e começámos a operar em meados de Outubro”, avançou Paulo da Costa ao jornal Expansão.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.