Esperança Lima Coelho Vilhena: A entrevista para o “vivências”

Recordamos uma entrevista a Esperança Lima Coelho em agosto de 2013

“Estou bem onde estou. E só quero ir para onde não vou ” , assim dizia, o saudoso artista português António Variações.

A memória de uma pessoa faz com que ela seja e fique viva para sempre. E fica sempre difícil gerir a sua partida, mesmo que saibamos que a morte é uma das poucas certezas que a vida nos oferece.

Há infelicidades do destino que não se podem mudar , por mais que se gostasse que o tempo voltasse atrás. Vivemos num mundo cada vez menos compreensível, onde a dúvida e a incerteza deixaram de ser a excepção e passaram a ser a regra.

A vida é uma luta. Uma luta condenada à derrota, porque somos sempre vencidos pela morte

E claro que é difícil aceitar a partida para o outro mundo de alguém que gostamos e respeitamos . Todas as conquistas da vida desaguam numa última e definitiva derrota : a morte .

Partem os humanos mas fica o legado. E hoje partilhamos, uma entrevista para o programa ” Vivências ” feita na varanda da casa de Esperança Lima Coelho em Junho de 2013 e emitida em Agosto do mesmo ano . Faz parte do audiolivro: ” Um ano de Vivências ” .

Fica aqui a minha singela homenagem. Obrigado e boa escuta.

#vivenciaspressnews #vpnews #benguela #angola #entrevista #homenagem #esperancalimacoelho

Promover Publicação