Estádio da Luz vai receber 60 mil testemunhas de Jeová

kalola Store

Com origem em mais de 40 países, cerca de 60 mil testemunhas de Jeová estarão em Lisboa, no próximo fim-de-semana para um congresso internacional.

A capacidade de mais de 65 mil pessoas foi o motivo determinante para ter sido escolhido o Estádio da Luz para este megaevento daquela religião, de acordo com as declarações de José Catarino, porta-voz das testemunhas de Jeová no país.

A escolha do estádio da Luz deve-se a quê? Ao facto de ser o espaço com maior disponibilidade de lugares

Habitualmente, os congressos internacionais das Testemunhas de Jeová realizam-se em estádios de futebol e, em Portugal, já houve alguns encontros no estádio do Restelo. Contudo, a localização do evento no estádio da Luz tem sido motivo de polémica entre os adeptos do clube, conforme noticiou a Vivências Press News em Abril passado. Na altura da divulgação do local do evento, o jornal Sol afirmou que o espaço teria sido alugado “a preços de mercado”, mas, recentemente, o jornal desportivo Record fez saber que a contratação do estádio vai resultar num encaixe de cerca de 1 milhão de euros pela SAD do clube.

O estádio está reservado pelas testemunhas de Jeová entre os dias 28 e 30 de junho, mas os efeitos do evento deverão notar-se por toda a capital. Pois, os cerca de 60 mil crentes ficarão alojados em hotéis da cidade e serão transportados por centenas de autocarros para o estádio, de acordo com as explicações de José Catarino à SIC.

Temos todo um processo de mobilidade devidamente planeado, para que os cerca de 400 autocarros que vão deixar os congressistas possam fazê-lo de forma fluida, sem quaisquer atropelos

E acrescentou que:

Os nossos convidados internacionais, cerca de 5.300, vão passar sensivelmente uma semana na cidade de Lisboa e arredores

Em Portugal existem cerca de 50 mil testemunhas de Jeová, que se reúnem regularmente em cerca de 450 Salões do Reino (nome dado aos locais de culto). O evento, há mais de um ano em preparação, tem a participação de cerca de 10 mil voluntários.

Conhecidos por recusar transfusões de sangue (até em casos de risco de vida), incentivados a não estudar e a não celebrar festas, nem mesmo os aniversários, as testemunhas de Jeová dedicam-se pelo menos três vezes por semana ao proselitismo porta a porta.

Questionado por aquela estação de televisão se esta prática seria desenvolvida durante o congresso, José Catarino confirmou e sublinhou que “as testemunhas de Jeová vão aproveitar esta oportunidade para a abordar as pessoas, de casa em casa, na rua”.


1 comments

Este poderia ser um excelente artigo, mas o penúltimo parágrafo contém várias inexatidões. Passo a explicar o que está errado nesse parágrafo.

“Conhecidos por recusar transfusões de sangue (até em casos de morte)”
Seria mais correto explicar que as Testemunhas de Jeová amam muito a vida. Por isso, pesquisam informações sobre os melhores tratamentos disponíveis e exigem ser tratados da forma mais eficaz e segura. Conforme o periódico médico “Just News” mencionou recentemente: “Há evidências … quer em Portugal, quer noutros países, de que alguém que seja transfundido está sujeito a um risco de morte acrescido.” (Parágrafo 10)
https://justnews.pt/noticias/gesto-mais-eficiente-do-sangue-permitir-poupana-de-677-milhes-de-euros-no-sns#.WtdGu4jFLIW

“Incentivados a não estudar”
Seria mais correto explicar aos leitores que existem Testemunhas de Jeová em praticamente todas as áreas profissionais. Entre eles existem muitos médicos, engenheiros e advogados, assim como também não faltam pedreiros, carpinteiros, e padeiros. Simplesmente, todos são tratados de forma igual e com a mesma dignidade. O site oficial jw.org contém muitas entrevistas a Testemunhas de Jeová que trabalham como médicos, cientistas, etc. Os entrevistados costumam falar sobre como os estudos fortaleceram a sua fé. Os jovens Testemunhas de Jeová costumam estar entre os melhores alunos. Para comprovar isso, basta visitar um Salão do Reino perto de si.

“Não celebram festas nem aniversários”
Seria mais correto explicar que as Testemunhas de Jeová não precisam celebrar aniversários, visto que fazem festas e trocam presentes em qualquer época do ano. São incentivadas a se divertirem. Aliás, o congresso mencionado na notícia é, de facto, uma festividade. Os delegados estrangeiros serão recebidos com música, shows, etc.

“Dedicam-se pelo menos três vezes por semana ao proselitismo porta a porta”
As Testemunhas de Jeová pregam a sua mensagem sempre que podem. Alguns fazem-no todos os dias, outros pregam uma vez por mês. Cada um decide quando e como vai partilhar a sua fé. Muitos vão de casa em casa, outros escrevem cartas, fazem telefonemas, visitam lares de idosos e estabelecimentos prisionais. Em alguns países, como em Portugal, as Testemunhas de Jeová estão autorizadas a dar aulas de Educação Moral e Religiosa nas escolas públicas. De facto, as Testemunhas Jeová realizam a maior obra de ensino bíblico da História.

Por favor, senhores jornalistas, da próxima vez procurem fontes melhores.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.