EUA decretam sanções a empresas que transportam petróleo venezuelano para Cuba

Os Estados Unidos decretaram esta sexta-feira novas sanções contra duas empresas e dois petroleiros para restringir o transporte de crude da Venezuela para Cuba, uma medida de resposta contra a detenção de opositores ao regime venezuelano.

Em comunicado, o Departamento do Tesouro afirmou que as medidas são “uma resposta directa à detenção ilegal por parte do Serviço Bolivariano de Informações (serviços secretos) de membros da Assembleia Nacional”, dois dias depois de o vice-presidente do Parlamento, Édgar Zambrano, ter sido detido. Trata-se de “um aviso aos serviços militares e de informações da Venezuela, e a quem os apoia”, diz o secretário do Tesouro, norte-americano, Steven Mnuchin, que quer deixar claro que “o apoio ao regime ilegítimo [do Presidente Nicolás Maduro] terá consequências graves”.

As sanções visam duas empresas de transporte marítimo: a Monsoon Navigation Corporation, sedeada nas Ilhas Marshall, e a Serenity Maritime Limited, baseada na Libéria, e os respectivos navios, que Washington afirma terem levado petróleo para Cuba.

“Os Estados Unidos tomarão outras medidas se Cuba continuar a receber petróleo venezuelano em troca de apoio militar”, afirmou Mnuchin.

Fonte: Expresso.

Deixe o seu comentário