Facebook: Accionistas querem afastar Mark Zuckerberg

Cansados de escândalos, vários accionistas do Facebook decidiram pedir o afastamento do seu co-fundador e presidente do conselho de administração, Mark Zuckerberg. Uma missão quase impossível, já que este detém a maioria da empresa (60%).

Segundo o “Business Insider”, a proposta de afastar Zuckerberg foi originalmente apresentada pelo fundo Trillium Asset Managemenf em março e rapidamente ganhou o apoio de Scott Stringer, da New York City Comptroller; Michael Frerichs, do Tesouro de Illinois; Seth Magaziner, do Tesouro de Rhode Island; e Joe Torsella, do Tesouro da Pensilvânia. Investidores poderosos que, juntos controlam mais de mil milhões de dólares em acções da tecnológica.

Com o argumento de que Zuckerberg não soube tratar adequadamente os vários escândalos que envolveram a rede social ao longo do ano, o grupo de accionistas pretende substituí-lo por um conselheiro independente. A proposta deverá ser votada na reunião anual de accionistas

“O Facebook desempenha um papel relevante na nossa sociedade e economia. Por isso deve agir com mais responsabilidade e transparência”, disse Stringer.

A possibilidade de Mark Zuckerberg vir a ser afastado da liderança do Facebook é pequena, até porque está protegido por uma estrutura accionista que muitos comparam a uma ditadura e que, segundo a própria empresa, “isola o conselho de administração e gestão de pressões de curto prazo”.

Fonte: Correio da Manhã

Deixe o seu comentário