Funcionária bancária morta a tiro pelo marido no Zango

A bancária Neusa Andrade, 42 ano, de nacionalidade cabo-verdiana, foi morta a tiro, na quarta-feira, por volta das 16 horas, na urbanização Vida Pacífica, distrito do Zango, Município de Viana, em Luanda, supostamente pelo marido por prováveis razões passionais.

A vítima foi alvejada na cabeça com um disparo de pistola, no interior do apartamento onde vivia . O acusado, António Castro, 48 anos e companheiro da vítima, tentou suicidar-se com um tiro no pescoço. Esteve a receber assistência médica numa das unidades hospitalares, sob custódia das autoridades policiais, onde acabou por falecer ontem, quinta-feira, por volta das 16 horas.

O porta-voz do Serviço de Investigação Criminal (SIC), superintendente Fernando de Carvalho, disse ao Jornal de Angola, que Neusa Andrade, funcionária do Banco BIC no Talatona, antes de ser morta foi vítima de agressão física.

Fernando de Carvalho explicou que houve desentendimento entre o casal, o que motivou o esposo a disparar contra a esposa . Depois de ver a vítima estendida tentou, também , o suicídio. A bala entrou pela garganta e saiu pela orelha.

António Castro era empreiteiro de construção civil e vivia com a esposa há mais de 17 anos. Têm um filho adoptivo . O corpo de Neusa Andrade encontra-se na morgue da clínica Girassol.

Fonte: Jornal de Angola.

Deixe o seu comentário