Gestão dos semáforos de Luanda pode passar para o GPL

O Ministério do Interior pretende entregar a gestão da plataforma de funcionamento dos semáforos da cidade capital ao Governo Provincial de Luanda (GPL) e a Polícia Nacional.

O sistema é actualmente da responsabilidade da empresa privada de telecomunicações Vlatacom.

De acordo com um comunicado do Gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do Ministério do Interior, que a Angop teve acesso, a dívida com a empresa privada, que inviabilizava o funcionamento dos sinais luminosos, está praticamente regularizada, o que tem permitido que, paulatinamente, os semáforos da cidade sejam restaurados e entrem em funcionamento.

Num encontro realizado na sexta-feira e orientado pelo secretário de Estado do Interior, Salvador Rodrigues, ficou orientado que técnicos das três partes analisassem o processo de transferência.

Segundo uma fonte citada pelo Novo Jornal , a dívida do Ministério do Interior com a empresa Vlatacom está orçada em 13 milhões de dólares.

Fonte: Jornal de Angola.

Deixe o seu comentário