Governo prepara concurso para nova refinaria de petróleo no Soyo

O pré-anúncio do ministério dos Recursos Minerais e Petróleos ( MIREMPET), a que a Lusa teve acesso, refere que o concurso será lançado “no decurso” do ano corrente”.

O MIREMPET comunicará “em breve” o calendário para apresentação do projecto e a data de lançamento do concurso, incluindo o programa e o caderno de encargos, adianta o documento.

publicidade

A nova refinaria de petróleo do Soyo terá uma capacidade de processamento até 100 mil barris de petróleo bruto por dia , segundo uma fonte oficial.

Com a construção de três novas refinarias (Soyo, Cabinda e Lobito) e a requalificação da instalação de Luanda, que data dos anos 60, para poder triplicar a produção de gasolina, Angola terá capacidade para cobrir a procura interna anual e dos próximos dez a 20 anos, adiantou a mesma fonte.

A construção da refinaria de Cabinda, que deverá ter uma capacidade diária de produção de 60 mil barris de petróleo bruto, foi adjudicada ao consórcio United Shine, com 90% do capital, em parceria com a Sonangol Refinação (Sonaref) que detém 10%.

publicidade

Faça já a sua assinatura: formulário de assinatura
Contactos editoriais: jornalkandandu@gmail.com

Publicidade: vivenviaspress@gmail.com

A refinaria do Lobito, na província de Benguela, no litoral sul do país, num investimento inicial de 10 mil milhões de dólares (8.700 milhões de euros), prevê o processamento diário de cerca de 200 mil barris de crude, criando 10 mil postos de trabalho directo e indirectos.

Fonte: Lusa

Deixe o seu comentário