Grupo de Trabalho Africa da União Europeia visita Angola

Gearbest Alfawise V8S Max UV Sterilization + Disinfectant Disinfection Wet and Dry Robot Vacuum Cleaner promotion

Nos próximos dias 27 a 29 de Janeiro realizar-se-á a primeira visita de trabalho do “Grupo de Trabalho Africa” da União Europeia a Luanda, no contexto de uma visita deste Grupo à região da Africa Austral que passará ainda por Windhoek, na Namíbia. O Grupo de Trabalho África (designado COAFR) é composto por representantes dos quadros diplomáticos dos 28 Estados Membros da União Europeia, reunindo-se uma vez por semana, em Bruxelas, ao nível técnico.

O Grupo tem por mandato a definição e acompanhamento da política externa da União Europeia para os assuntos africanos, incluindo o acompanhamento das relações bilaterais da União Europeia com os países da Africa Subsariana, bem como o acompanhamento das questões multilaterais africanas, ao nível da União Africana, e também das Organizações regionais africanas.

A visita de Trabalho do Grupo COAFR afigura-se assim da maior relevância para o fortalecimento das relações bilaterais entre Angola e a União Europeia, nos seus vários vectores. Neste sentido, será importante veicular uma imagem completa da atualidade Angolana, que passará pela facilitação de contactos entre os representantes da UE e as instituições Angolanas com competências em matéria de política externa, incluindo os projetos de cooperação apoiadas pela União Europeia, bem como pela divulgação das atividades em curso lideradas pelo setor privado presente em Angola e ações desenvolvidas pela sociedade civil angolana, com os quais o Grupo COAFR terá encontros durante sua estadia.

A última reunião de alto nível entre a República de Angola e a União Europeia foi em 11 de Março de 2019, para a quarta reunião ministerial organizada no âmbito do Acordo Caminho Conjunto UE-Angola, um quadro de diálogo e cooperação baseado em interesses comuns e valores partilhados. As conversações ministeriais abrangeram um amplo espectro de questões: cooperação económica, desenvolvimento sustentável, governação e direitos humanos, e desafios multilaterais e globais, como paz, segurança e alterações climáticas.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.