Histórico ASA despromovido do ‘Girabola’ angolano 38 anos depois

kalola Store

O histórico Atlético Sport Aviação (ASA), um dos oito campeões angolanos de futebol, foi hoje despromovido à segunda divisão nacional, pela primeira vez em 38 anos, ao perder em Benguela, na última jornada do ‘Girabola’.

A equipa dos ‘aviadores’ de Luanda, que a par do campeão 1.º de Agosto era uma das totalistas nas 38 edições do ‘Girabola’, já tinha lutado pela permanência nas edições anteriores, mas hoje perdeu por 4-1 na decisiva viagem até ao Estádio do Buraco, na província de Benguela, frente ao Académico do Lobito, outro dos aflitos da competição.

Na derradeira jornada do ‘Girabola’, mergulhada numa crise de falta de apoios e longe dos títulos nacionais em 2002, 2003 e 2004 – conquistados com o treinador português Bernardino Pedroto -, a equipa do ASA viu confirmada a descida de divisão, o que levou o atual técnico, Paulo Saraiva, após a derrota de hoje, a falar na “crónica da morte anunciada” do clube.

Além do período pós-independência (1975), a história do ASA remonta a 1953, quando o clube foi fundado em Luanda, tendo sido uma das referências desportivas também no período colonial português.

À descida de divisão do ASA juntam-se o Santa Rita de Cássia, que se despediu do ‘Girabola’, em casa, no Uíge, com uma vitória, por 2-1, frente ao Progresso do Sambizanga.

Também o Progresso da Lunda Sul é despromovido à ‘Segundona’, apesar de ter vencido a última partida do campeonato, por 1-0, no terreno do Desportivo da Huíla, no Lubango.

Contudo, a Federação Angolana de Futebol puniu na sexta-feira o clube da província da Lunda Sul com a descida de divisão por ter utilizado irregularmente o jogador Manuel Rui de Abreu, na 29.ª jornada, frente à Académica do Lobito, quando este devia cumprir um jogo de castigo, por ter acumulado três cartões amarelos.

Além de descer de divisão, o Progresso da Lunda Sul foi multado em 2.500 dólares norte-americanos, pagamento equivalente em kwanzas, mas a direção do clube de Saurimo já anunciou que pretende recorrer da decisão.

A 30.ª e última jornada ‘Girabola’ de 2017 encerra no domingo, com a festa do já campeão 1.º de Agosto, que recebe os vizinhos do Kabuscorp do Palanca, também de Luanda, enquanto o Petro, que volta a ser segundo classificado nesta edição, viaja para Benguela, para defrontar o 1.º de Maio.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.