Inglaterra torna-se o primeiro país a fazer o pleno em finais europeias

A Inglaterra tornou-se na quinta-feira o primeiro país a fazer o pleno nas finais das competições europeias de futebol, com quatro equipas da Premier League a preencherem o jogo decisivo da Liga dos Campões e da Liga Europa.

Arsenal e Chelsea superaram Valência e Eintracht Frankfurt, respectivamente, nas meias-finais da Liga Europa e vão disputar o troféu em Baku, “imitando” o que Liverpool e Tottenham já tinham feito na Champions.

Pela primeira vez, as finais das competições da UEFA de clubes vão ser disputadas por clubes do mesmo país, um feito nunca alcançado por Alemanha, Espanha e Itália, que até hoje eram as nações que mais “domínio” tinham alcançado nestas provas.

Em 1989/90, ainda com a existência de três troféus, a Itália “meteu” quatro equipas no jogo decisivo, com Juventus e Fiorentina a disputarem a Taça UEFA, o AC Milan na Taça dos Campeões, frente ao Benfica, e a Sampdoria nas Taças das Taças, com o Anderlecht.

Em 1994/95, Parma e Juventus estiveram na final da Taça UEFA e o AC Milan encontrou o Ajax na Taça dos Campeões.

Três anos depois, novo domínio transalpino , com Inter e Lazio na Taça UEFA e Juventus na Champions perante o Real Madrid.

Em 2013/14 e 2015/16, a Espanha colocou três equipas (Real Madrid, Atlético Madrid e Sevilha nas duas vezes) em jogos decisivos da Liga dos Campeões e da Liga Europa, mas nunca conseguiu o pleno. Benfica e Liverpool, respectivamente, foram os outsiders, mas perderam com os sevilhanos.

Também a Alemanha teve a sua temporada dominante, em 1979/80, com Eintracht Frankfurt a defrontar o Borussia Monchegladbach na Taça UEFA e o Hamburgo a encontrar o Nottingham Forest na Taça dos Campeões.

Liverpool e Tottenham defrontam-se na final da Liga dos Campeões a 1 de Junho, em Madrid, no Wanda Metropolitano, enquanto o duelo entre Arsenal e Chelsea será a 29 de Maio.

Fonte: Lusa.

Deixe o seu comentário