Instituto de finanças dos PALOP será inaugurado em Setembro

O presidente da confederação Empresarial da CPLP na Huíla, Francisco Chocolate, disse à imprensa que após a inauguração, o estabelecimento será transformado em Instituto Superior Polivalente.

As obras que foram iniciadas em 2016, já terminaram há dois anos. O projecto contempla dois edifícios com três e dois andares, com capacidade 2.000 estudantes, 60 dormitórios para albergar estudantes e docentes oriundos dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP).

publicidade

Faça já a sua assinatura: formulário de assinatura
Contactos editoriais: jornalkandandu@gmail.com

Publicidade: vivenviaspress@gmail.com

Está orçamentado em 24.919.908.908 dólares americanos, um financiamento do Ministério das Finanças.

Nas suas declarações, Francisco Chocolate destacou que o instituto entra em funcionamento no mês de Setembro do ano em curso, altura em que Angola assume a presidência CPLP e que coincide igualmente com a realização da Cimeira dos Chefes de Estado da comunidade.

O Instituto Polivalente vai ministrar cursos de Finanças, Contabilidade, Hotelaria e Turismo, além de Gestão Económica e Financeira.

“Presentemente a CPLP está a negociar com o Ministério das Finanças e o das Relações Exteriores para a implementação do Instituto Técnico profissional de finanças dos PALOP, construído no Lubango, para Instituto Polivalente de formação técnico-profissional dos PALOP, no sentido de albergar uma série de curso a serem ministrados”, afirmou o responsável da instituição.

Com Angop

Deixe o seu comentário