João Lourenço autoriza mais 10.392 milhões de kwanzas para manuais escolares em 2019

A produção e distribuição de manuais e equipamentos escolares para o ano letivo de 2019 em Angola, que se inicia em fevereiro, vai custar ao Estado angolano mais 10.392 milhões de kwanzas (€35 milhões) do que o inicialmente previsto.

A informação consta de uma autorização, através de decreto presidencial, de 10 de julho e a que a Lusa teve acesso, para a abertura de um crédito adicional no Orçamento Geral do Estado deste ano para o «suporte de despesas» relacionadas com este processo, a favor do Ministério da Indústria.

Esta decisão surge na sequência da abertura de um concurso público, por prévia qualificação, lançado em junho pelo Ministério da Indústria, para a aquisição de material escolar, no valor de 64.778 milhões de kwanzas (€219 milhões).

Fonte: Lusa

Deixe o seu comentário