João Lourenço inaugurou hospital no Bié em dia de protestos em Luanda

kalola Store

O Presidente da República de Angola, João Lourenço, inaugurou no último sábado, dia 12, um novo hospital na província do Bié, no mesmo dia em que acontecem na capital, Luanda, três manifestações, incluindo uma convocada pelo sindicato dos médicos.

O novo hospital geral da cidade do Kuíto, capital da província do Bié, tem capacidade para 230 camas e prestação de 20 serviços especializados, como Ginecologia-Obstetrícia, Pediatria, Neonatologia, Cirurgia, Nefrologia, Oftalmologia, Ortopedia, Psiquiatria, Estomatologia e Otorrinolaringologia, entre outros.

Segundo uma nota da Secretaria para os Assuntos de Comunicação Institucional e Imprensa do Presidente da República, a infra-estrutura de saúde terá mil técnicos, entre médicos (cerca de 100), enfermeiros, técnicos de diagnósticos e pessoal administrativo.

O dia da inauguração do hospital foi também marcado pelo Sindicato Nacional dos Médicos de Angola (SINMEA) para finalizar uma semana de luto e homenagear o pediatra Sílvio Dala, morto a 1 de Setembro em circunstâncias ainda por esclarecer depois de ser conduzido a uma esquadra policial por não usar máscara policial.

A brutalidade da polícia angolana é o mote de uma outra manifestação organizada por jovens, para exprimir indignação face à violência policial desde o início da pandemia que já fez, pelo menos, uma dezena de vítimas.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.