João Lourenço vai visitar oficialmente a Rússia no início de Abril

kalola Store

O Presidente da República, João Lourenço vai efectuar uma visita oficial à Rússia no início de Abril, disse ontem à agência Lusa fonte oficial, adiantando que já seguiu para Moscovo o chefe da diplomacia angolana, para preparar a deslocação.

A fonte não adiantou a data precisa da deslocação de João Lourenço a Moscovo, limitando-se a indicar que a visita decorrerá em Abril e que Casa Civil do Presidente da República irá, em breve, divulgá-la.

Entretanto, uma fonte da Vivências Press em Luanda, garante que a visita de João Lourenço à Rússia deverá ocorrer de 02 a 05 de Abril.

Num comunicado do Ministério das Relações Exteriores (MIREX), é indicado que o chefe da diplomacia angolana, Manuel Augusto, seguiu ontem para Moscovo com o intuito de preparar a visita de João Lourenço.

No documento é salientado que as relações “privilegiadas” entre Angola e Rússia conheceram o seu “ponto alto” em 1976, altura em que Moscovo (então capital da União das Repúblicas Socialistas Soviéticas -URSS) e Luanda assinaram o Tratado de Amizade e Cooperação.

“De 1976 até aos dias que correm, as relações entre os dois países passaram por diferentes etapas de cooperação, sendo actualmente mais significativas nos sectores da Energia, Geologia e Minas, Ensino Superior, Formação de Quadros, Defesa, Interior, Telecomunicações e Tecnologias de Informação, Pescas, Transportes, Finanças e Banca”, lê-se no comunicado.

O MIREX estima que cerca de 1.000 cidadãos russos residem em Angola, dando conta de pelo menos 1.500 angolanose a viver na Rússia.

No comunicado é recordado que, a 05 de Março de 2018, esteve em Luanda o ministro dos Negócios Estrangeiros da Federação Russa, Serguei Lavrov, altura m que “foram reforçados os laços de amizade e cooperação”.

Já este mês, o ministro das Relações Exteriores, Manuel Augusto esteve em Moscovo, depois de participar numa reunião sobre direitos humanos em Genebra, após o que se seguiu uma passagem pelo Dubai.

Fonte: Lusa.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.