Jornalista da LAC acusa director de o ter despedido

Jornalista da LAC acusa director de o ter despedido por ser apartidário : ” Tinha de falar bem do MPLA ” .

O jornalista Carlos Alberto, da rádio Luanda Antena Comercial ( LAC), acusa o director de informação da emissora, José Rodrigues, de o ter despedido sem justa causa, como retaliação pelo facto de se ter recusado a ” censurar ” matérias e a cumprir orientações partidárias : ” Tinha de falar bem do MPLA”.

De acordo com Carlos Alberto, o director de informação da LAC obrigava-o a censurar matérias , e a fazer publicações nas redes sociais a favor do MPLA . ” Creio que fui demitido pelo facto de exigir imparcialidade e honestidade nas minhas análises nas redes sociais e nas matérias ” , disse o jornalista ao Novo Jornal online, garantido que não lhe foram apresentadas razões concretas para justificar o afastamento da emissora , comunicado durante a tarde de hoje .

” Não recebi absolutamente nada dos recursos humanos da rádio . Estou sem entender os motivos que levaram o senhor José Rodrigues a afastar-me da LAC” , revela Carlos Alberto, que diz ter sido destratado pelo director e escorraçado com palavrões .

” Tenho uma gravação como comprovativo da minha defesa. Não fiz nada àquele senhor”, insiste o repórter , de dedo apontado ao responsável de informação da rádio .

” Ele obrigava-me a censurar as matérias . Tinha de falar bem do MPLA e, como recusei várias vezes, fui conotado e comecei a ser maltratado pelo José Rodrigues” , afirmou, acrescentando que esta é uma reacção que se tem repetido no seu percurso.

” No tempo que passei pela RNA, TPA e RTP também sofri cousas do género. Sou apartidário e não entendo esta perseguição do MPLA contra a minha pessoa”, disse.

Até ao momento ainda não há qualquer pronunciamento público do director de informação da LAC, José Rodrigues.

Fonte: Novo Jornal

#vivenciaspress #vivenciaspressnews #vpnews

Deixe o seu comentário