Lisboa: Cônsul-geral de Angola visita bairro da Jamaica

kalola Store

Na sua chegada ao bairro do Vale dos Chícharos vulgo “Jamaica “, o cônsul-geral de Angola em Lisboa, Narciso do Espírito Santo Júnior, foi recebido por uma delegação composta por altos responsáveis e funcionários da missão consular angolana na capital portuguesa. De seguida manteve um encontro com moradores do bairro da Jamaica e membros do núcleo constituinte da Associação Angolana em Amora.

Durante a visita de campo, Narciso do Espírito Júnior, recebeu informações sobre os problemas que afligem os membros da comunidade angolana . As difíceis condições de habitabilidade, problemas com a saúde e educação, segurança e saneamento básico, bem como a falta de apoio institucional, foram preocupações apresentadas pelos moradores do bairro.

O dia 09 de dezembro, revela aquela que foi a primeira visita oficial de um cônsul-geral de Angolana em Lisboa ao bairro da Jamaica, foi recebida com muito agrado pelos moradores e serviu para reforçar a estratégia de proximidade, cooperação institucional, integração social, assistência jurídico-consular que tem sido implementada pelo Consulado-Geral de Angola em Lisboa.

” É uma iniciativa louvável. Esta visita do senhor cônsul-geral revela que as nossas instituições estão atentas, conhecem as nossas dificuldades e mostram disponibilidade em apoiar-nos. Agradecemos o gesto, o companheirismo e atitude demonstradas nesta visita que é inédita e ficará para a história da comunidade angolana residente na Jamaica”, disse João Domingos Francisco, de 61 anos de idade e que reside há 25 anos no bairro da Jamaica.

Para Aurora Coxe , 26 anos de idade e residente no bairro da Jamaica já 12 anos, esta visita é “um sinal de que as autoridades não se esqueceram de nós e do nosso sofrimento. O Dr. Narciso do Espírito Santo constatou no terreno as nossas dificuldades. Para nós, esta visita não é apenas simbólica, é também um sinal de que as coisas estão realmente a mudar e a mudar para melhor”.

Narciso do Espírito Júnior, agradeceu o carinho e acolhimento dos moradores, tendo manifestado disponibilidade em trabalhar na busca de soluções visando minimizar as dificuldades e carências da comunidade angolana residente no bairro da Jamaica. Destacou ainda a importância do fortalecimento da “relação institucional e humana que deve existir entre o Consulado -Geral em Lisboa e as associações comunitárias”.

O bairro do Vale dos Chícharos, freguesia de Amora, concelho de Seixal, popularmente chamado de bairro da Jamaica, surgiu nos anos 80 do século passado com a progressiva ocupação por muitas famílias oriundas sobretudo dos PALOP, de prédios por concluir na sequência da falência da empresa construtora. Hoje estima-se que residam no bairro cerca de 250 famílias num total de 1.300 pessoas na sua maioria originárias de São- Tomé e Príncipe, Angola e Guiné -Bissau.

Deixe o seu comentário

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.